Love – Food – Travels

Love – Food – Travels

Uma das piores coisas, principalmente quando se está longe de casa, é ficarmos doentes. Seja com o que for, nem que seja uma constipação. Nunca fui muito de faltar às aulas por ter gripes ( geralmente chamavam-se ressaca) e, muito menos, não ir trabalhar só porque sim. A tendência, geralmente, é ignorar e apaziguar os sintomas. Toma-se qualquer coisa, vai-se andando até que passa, porque parar também nem sempre é o ideal. Especialmente quando a opção de ficar em casa não é muito apelativa: quem gosta de estar doente e sozinho em casa?! Eu nem me considero particularmente difícil, nem chata, quando não estou na melhor forma, mas gosto de mimos. Gosto de ter aquela canja da avó e o xarope de cenoura que cura tudo. Gosto de ter quem me faça um chá, para eu não precisar de sair da cama. Afinal, quem não gosta de mimos, principalmente os da mãe (e avó, no meu caso). Esta é, sem dúvida, uma das pequenas grandes faltas que sentimos quando vivemos fora.

Partilha este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A autora - Margarida

Portuguesa em Doncaster.

Médica Dentista de Dia || Blogger, viajante e entusiasta da cozinha nos tempos livres

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

EnglishPortuguese

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website.