UK Living

5 coisas que aprendi em 5 anos 🇬🇧

As férias acabaram e estou de volta por estes lados. A semana de regresso é sempre complicada, re começar o ritmo custa muito e até deixei passar que fez no dia 15 de Setembro 5 anos da minha mudança para Inglaterra.

É verdade, já se passaram 5 anos desde que decidi mudar-me para terras de Sua Majestade.

Cinco anos que, por vezes, parecem uma eternidade.

Portanto hoje decidi trazer o meu Top 5 das 5 coisas que aprendi nestes 5 anos.

  • 1. Driving (on the) RIGHT

Não viver num centro urbano obrigou-me rapidamente a necessitar de conduzir, e faço-o para todo o lado. Pode não parecer um grande achievement mas acreditem que, especialmente quando se vai com alguma frequência a Portugal, nem sempre é fácil lembrar em que direção se entra numa rotunda!

  • 2. How to make a Proper Tea

Há toda uma ciência e há mesmo quem debata sobre quanto tempo deixar o chá antes de colocar o leite. Muitos boiled kettles depois, faço um bastante aprovado por todas as Tea Drinkers da clínica.

  • 3. How to Cook a Curry from Scratch

É certo que não estou na Índia mas efetivamente o tradicional Caril Indiano é considerado um National Dish e há uma semana no ano dedicada a este prato. Portanto, ao fim de 5 anos e com receitas de colegas indianos, já cozinho um caril from scratch de comer e chorar por mais. Ou só chorar, dependendo da tolerância ao picante!

  • 4. To embrace the Grey and Dull Weather

Sim, é uma chatice a chuva e o tempo cinzento mas aqui aprendi a viver com ele. É certo que o sol é sempre mais apetecível para sair e passear mas por estes lados ninguém fica em casa apenas por uma chuvinha ou umas valentes rajadas de vento. O espirito de sair, fazer passeios pela natureza (seja ele montanha, parques ou jardins) prevalece sobre o mau tempo. No fundo, aproveita-se muito mais o ano todo, faça chuva ou faça sol.

  • 5. There is more to Life then Work

Decidi por este aqui pois, no fundo, é um dos motivos que me leva a continuar a adorar trabalhar aqui. Aqui aprendi que qualidade de vida é não perder 3 horas do meu dia no trânsito ou em transportes para o trabalho. Que trabalhar ao Sábado pode fazer sentido pontualmente mas ao Domingo, na minha profissão, é disparatado. Que há coisas que se devem sobrepor ao trabalho e não somos piores ou menos trabalhadores por isso.

Esta é, para mim, a maior e melhor lição que levo – e aquela que, infelizmente, sei que nunca aplicarei no nosso país, caso queira regressar para lá trabalhar, um dia. Porque, culturalmente, nós somos formatados para isso mesmo, para horas extra, trabalho excessivo, fins de semana e feriados. Para nós é perfeitamente normal viver no Porto e trabalhar em Valença do Minho, como eu cheguei a fazer. Quando conto isso aqui, ficam a olhar para mim e a achar que eu sou só parva. Atenção, não quero parecer que se trabalha pouco ou mal – muito pelo contrário. Trabalha se bastante mas nos horários estipulados e há mesmo muito respeito por eles.

Aprender a valorizar o meu tempo livre para fazer coisas para mim é dos maiores luxos que consegui nestes anos. E é algo que realmente não tenciono abdicar tão cedo.

Boa Semana a todos!

M.

2 opiniões sobre “5 coisas que aprendi em 5 anos 🇬🇧

  1. Deixaste-me curiosa sobre a tecnica de fazer um cha! haha
    Isto da vida de emigrante tem muito que se lhe diga, não é?
    Mas o teu último ponto é também o que me faz continuar fora de Portugal: saber que aqui, na Holanda, há mais para além do trabalho. E mais, isso até algo valorizado.

    Parabéns por estes 5 anos!
    Força para os próximos.

    xo, B.

    1. É mesmo isso, percebemos que o trabalho não é tudo e está tudo bem nisso – aliás, faz de ti mais humana e até melhor profissional em certos pontos!

      O chá tem o truque de deixar a saqueta o tempo suficiente para infundir mas não demasiado porque é demasiado forte, antes de por o leite, em quantidade exata! 👌👌👌

      Xxxx

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.