UK Living

Lincoln and York – pelos Mercados de Natal

Chega a Dezembro e, para mim, já se tornou obrigatório a visita a um Mercado de Natal. Claro que, estando a apenas umas horas de Londres, o Winter Wonderland tem sido a escolha dos anos anteriores, onde aproveitei a ir também com amigos e com a mãe.

É um dos maiores mercados de Natal da Europa, apesar do maior mercado “alemão” fora da Alemanha seja o de Birmingham -(ainda não vai ser este ano que vou a este!). Quase mais parecido a uma verdadeira feira de diversões, este mercado tem uma área enorme de carrosséis e montanhas russas para todos os gostos. Apesar de bem decoradas, as bancas com souvenirs são um bocado decepcionantes e extremamente overpriced. A pista de gelo é lindíssima e, no ano passado, assistimos a um pequeno concerto de piano, enquanto víamos as pessoas a patinar. Como tudo em Londres, teríamos de ter reservado bilhete para tal com meses de antecedência ou suportar as filas surreaís que se criam nestes eventos. Para mim, o ponto alto deste mercado, é a Bavarian Village, onde se pode comer e beber algumas iguarias alemãs enquanto se assiste aos concertos, num espirito verdadeiramente animado.

Mas este ano não nos apeteceu ir para a Capital, e que bem que soube. Quase todas as cidades têm um mercado de Natal, por mais pequeno que seja, mesmo que apenas por um fim-de semana e, por vezes, os mais pequenos têm um outro encanto – mais não seja pela ausência de milhares de turistas aos encontrões.

É o caso de Lincoln, uma das nossas cidades preferidas para visitar aqui perto. O mercado de Natal começou na quinta feira e já termina hoje. Por ser relativamente perto, demos lá um saltinho sexta-feira, depois do trabalho. Situa-se dentro das muralhas do Castelo, onde estão disponíveis as bancas de produtores locais, comidas e bebidas. O mercado em si é pequeno mas os vendedores são super amáveis, degusta-se gins e cafés, queijos e doces, enquanto se bebe um vinho ou uma cidra quente.

Aproveitámos para entrar na Catedral, que esteve aberta ao público. É a terceira maior do país (a primeira é a Catedral de São Paulo, seguida da de York) e é simplesmente majestosa – para mim, bem mais bonita que Westminster. Infelizmente, as fotos não lhe fazem jus.

Ontem fomos passar o dia a York. Uma cidade que, por si só, já tem um encanto próprio e lojas de Natal lindas e que, nesta época, fica completamente mágica.

O mercado é enorme, e bem mais concorrido. É frequente encontrar grupos de pais natais ou de elfos. As Christmas Jumpers saem à rua em peso e emerge-se a sério no espirito do Natal. Aproveitámos para nos encontrar com amigos que vivem noutra cidade e assim se passou o dia, em boa companhia, entre toffee apple ciders e chocolates quentes.

E por aí, já visitaram algum mercado de Natal este ano?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.