Dubai and Maldives · Travel

Viajar pelas memórias: Dubai e…

Nesta época de isolamento e incertezas, sem sabermos quando tudo isto acaba, é difícil fazer planos e os sonhos parecem-nos apenas isso.

Nesta altura, vale recordar o que já vivemos, as nossas memórias boas, e ansiar assim pela concretização de novas. É por isso que, hoje, vos trago uma das minhas viagens preferidas. Esta viagem foi uma surpresa que eu fiz à minha mãe, que só descobriu o destino final já no avião. Em Abril de 2017, há precisamente três anos, estávamos nós a aterrar nas Maldivas, depois de dois dias passados no Dubai.

O Dubai dispensa apresentações: o aglomerado de prédios enormes, cada um com uma arquitectura mais imponente que o anterior. Grandiosidade é a palavra de ordem.

Ficámos três noites no Crown Plaza. Na primeira manhã fizemos uma visita guiada que nos levou ao museu do Dubai, que acho que vale super a pena pois demonstra o crescimento da povoação produtora de pérolas na atual metrópole e a vida dos beduínos nesta região desértica.

Passámos ainda pelos locais mais emblemáticos como o Burj-Al-Arab e pelo Palácio.

Palácio do Dubai
Burj Al Arab

Um dos meus locais favoritos foi o mercado Bur Dubai, também conhecido por Old Souk. Apanhámos um barco para ir para a outra margem do rio Creek. Nesta zona, é possÍvel perceber um pouco da vida e das rotinas dos locais. Curiosamente, não achei o mercado nada de impressionante, para além das peças de ouro. Tinha os tecidos e especiarias do costume, mas nada de megalómano como se possa esperar, contrariamente ás montras de Ouro, que apresentavam peças incríveis (e completamente impossíveis de usar!).

Acabámos o dia a ir ao Dubai Mall, que é uma perdição para os amantes de compras.

Também nessa zona é onde se encontra o Burj Khalifa, com o imperdível show das fontes luminosas. Isto foi das coisas que mais gostei de assistir e tive o privilégio de ver também à noite, já que acabámos a jantar num restaurante ali ao pé com uns amigos que lá vivem. A subida ao Burj Khalifa terá de ficar para uma próxima visita!

O dia seguinte foi passado a explorar a zona da Marina, também ela espectacular. Fomos de metro até lá e regressámos a pé, pelo que fizemos uma excelente caminhada que deu para passar por várias zonas.

A noite foi pelo Souk Madinat Jumeirah, um complexo de lojas de luxo e restaurantes, que tem umas vistas giras para o Burj Al Arab.

No dia seguinte, depois do pequeno almoço, embarcámos para a segunda parte da nossa aventura, que irei partilhar convosco no próximo post.

Portanto até lá 🙂

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.