Love – Food – Travels

Love – Food – Travels

Via Pinterest

Say Yes to the Dress, keeping it Simple

Estas últimas semanas foram um verdadeiro rodopio.

Entre uns últimos dias de trabalho de loucos e uma semana em Portugal (que não se qualifica, jamais, como férias!), não parei um minuto em que conseguisse escrever o que fosse.  Mas, como a dita semana foi produtiva, pelo menos no que diz respeito ao post de hoje, acabei por encontrar nela o tema perfeito. É, como o titulo já disse, sobre a procura do vestido para o grande dia.

Muitas são as noivas que anseiam com a escolha do Vestido. Se forem como eu, certamente, fizeram pins em mais de 500 imagens no Pinterest e, desde que tiveram o anel no dedo (ou até antes!), que imaginaram como iria ser O vestido.

Sem dúvida é talvez uma das decisões mais importantes do dia (além do noivo, claro!), e deve ser cautelosamente tomada. Mas ninguém tem de sofrer um ataque de ansiedade por isso. Aqui ficam as minhas simples dicas para agilizar a tarefa:

  1. Definam um orçamento (se for oferecido melhor, mas convém terem em consideração se há algum valor estipulado. Se forem umas sortudas, ignorem este detalhe “burocrático”)
  2. Sejam realistas: primeiro, se têm um valor de 3 dígitos estipulado, porquê perder tempo (e ganhar desilusões!) a olhar para vestidos de 5? Please, stick to your budget! O mesmo se aplica ao vosso corpo (não adianta acharem que em 6 meses vão ficar iguais à Kim Kardashian naquele vestido de sereia magnifico porque, simplesmente, não vai acontecer!)
  3. Pensem no local (e no estilo do casamento e cerimónia) para fazerem uma escolha adequada.
  4. Não se dispersem: se sempre sonharam com um vestido de princesa para que experimentar os boho chic da moda? Procurem o que idealizaram primeiro e, só depois – no caso de perceberem que, afinal, não era aquilo – passem a outros modelos.
  5. Rodeiem-se de pessoas queridas, mas com opiniões assertivas (e sinceras) – ninguém quer uma amiga que não nos diz que o vestido nos faz gordas porque tem medo de nos ferir os sentimentos ou uma mãe que é incapaz de nos achar feias ou inadequadas. Opiniões querem-se honestas, obrigada.

Acima de tudo, aproveitem o momento – é realmente emocionante (além duma oportunidade giríssima de galhofa) e, se vos acontecer como a mim, pode durar mesmo muito pouco tempo 😉

Partilha este artigo

A autora - Margarida

Portuguesa em Doncaster.

Médica Dentista de Dia || Blogger, viajante e entusiasta da cozinha nos tempos livres

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

EnglishPortuguese

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website.