UK Living

Valentines from afar

Valentines Day, Dia de São Valentim ou, mais comummente Dia dos Namorados: um dos mais românticos do ano para muita gente. E, provavelmente, dos mais deprimentes para a outra metade do mundo. Não especificamente para os solteiros (para eles até pode ser bastante mais divertido, quem sabe!), mas para todos aqueles que se encontram longe daqueles que amam. E, nos dias que correm, há tantas pessoas nesta situação.

Eu sou uma delas. É o meu terceiro dia dos namorados passado sozinha, apesar de acompanhada. Mais um ano em que o computador vai ser posto na mesa, juntamente com umas velas, para ser o intermédio do meu mais que tudo, qual date romântico, num qualquer restaurante mega lotado. Porque por muito irrelevante que seja para mim este dia, todos os dias são uma boa desculpa (e oportunidade!) para celebrar o Amor.

Mesmo que através do Skype 😉

Valentines Day: one of the most romantic days of the year. And possibly, one of the most depressing ones for half the world – not only for the singles (for these, it may even be a lot of fun!), but for all those that aren’t with the ones they love. And, nowadays, in this crazy world we live in, there are so many people living estranged from their loved ones.

I belong to this group of people. For the third year in a row, Valentines equals a Skype candle light dinner with my date on the other side of the screen. Not because it’s an important day to celebrate but because Love should be celebrated at each and every opportunity you get.

Even through Skype 😉

2 thoughts on “Valentines from afar

  1. Nada que um sorriso do outro lado não possa alegrar, certamente 🙂

    Acima de tudo, encher mais um pouquinho o saco e pensar que é temporário! 🙂

Deixar uma resposta